sexta-feira, 13 de abril de 2012

Judaísmo Ateu

 “Muitas são as causas da depressão, mas uma só é sua fonte: Satanás. Ele quer que nos sintamos em baixo e pensemos o pior de nós mesmos para que não recebamos tudo aquilo que Jesus garantiu pela sua morte, sepultura e ressurreição. Um dos grandes instrumentos para nos levar a sentir-nos mal é a condenação.”
“Paulo nos ensina a deixar de lado as causas do desapontamento e voltar-nos para o alvo que está em Deus. Fazendo isso teremos um novo foco e prosseguiremos para o alvo sem permitir que o passado nos prenda.” [Valnice Milhomens]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  “A maioria dos conselheiros designa os estágios de depressão como: Moderado ou desencorajamento, desesperança e desespero. "A maioria das depressões começa com desencorajamento, degenera-se em desesperança e, a menos que o padrão de pensamentos seja mudado, resultam em desespero. Uma vez que a linha de desespero é atravessada, é possível que a depressão se torne tão aguda que a pessoa perca o contato com a realidade e necessite de tratamento médico até para permanecer vivo." (Tim LaHaye)
"Um padrão de pensamento negativo, alimentado por muito tempo, pode desencadear a produção de hormônios prejudiciais da glândula pituitária (hipófise) e provocar enfermidades físicas danosas que podem piorar a depressão." (TLH)
                                             =======================
  A Valnice mistura Freudianismo e Cristianismo de uma maneira muito habilidosa, assim  ela é muito eficiente em atrair simpatizantes dessas duas ideologias.


  “Um judeu ateísta é um membro da comunidade judaica que não crê na existência do Deus, mas que ainda se considera um judeu, identificando-se não com a religião, mas sim com os costumes étnicos e culturais. Ainda que à primeira vista possa parecer uma contradição.” [Wikipédia]


  Eu não sei como definir a pregação da Valnice porque a Psicologia é uma teoria ateísta por natureza.
  Sempre que encontrava um Psicólogo religioso me dava um pane na mente, agora não acontece mais porque faz tempo que parei de levar a Psicologia muito a sério, a Psicanálise é pouco menos ruim que horóscopo.
  Esta subversão da lógica já iniciou com o próprio Freud, ele dava a entender que era ateu, mas nunca renunciou ao judaísmo.

  Os que idolatram Freud dão uma “ajeitadinha” dizendo que ele se identificava com os costumes étnico e culturais e não com a religião.

  Meditemos sobre isto: Os judeus passaram por diásporas, quer dizer, devido a perseguições ou desentendimentos se espalharam por varias partes do mundo tanto que há comunidades deles em vários países da Europa e outras partes do mundo, é evidente que sofreram influencias de varias etnias se misturando a vários povos, é um tanto ilógico Freud se dizer judeu baseando seus argumentos em ETNIA.
  O ponto central da cultura judia é que eles são descendentes de Abrão e seu filho Isaac um povo eleito de Deus e tudo em seus procederes giram em torno da crença neste Deus único, até na base da alimentação, logo não faz sentido um Psicólogo se dizer judeu e não acreditar em Deus, ele pode se dizer ISRAELENSE, mas no caso de Freud nem isto porque ele nasceu na Áustria.
  Vejam meu caso, eu tive uma criação cristã, meu pai foi cristão, minha mãe é cristã, toda minha família é cristã, mas eu não posso me dizer cristão por ir a um casamento ou batizado de vez enquando.
  Por força do habito de vez enquando deixo sair um “só por Deus” ou “Nossa Senhora”, mas eu não posso me dizer cristão por conta disto.  Cristão não é uma raça ou um país.
  Percebem que se Freud realmente levasse a sério suas teorias de que somos apenas uma maquina biológica e tudo que acontece pode ser explicado em nosso cérebro, uma das primeiras coisas seria não se dizer judeu?

  Eu desafio qualquer um a me provar que judeu é uma raça ou uma nacionalidade.

  Tá bom, não tem prova então me tragam  ao menos uma teoria consistente de que judeu seja uma raça.
  Freud era um judeu austríaco, e passou a ser um ateu austríaco [“acho”, porque ele era tão confuso].
  Ele tinha uma nacionalidade e continuou com ela, ele tinha uma RELIGIÃO e deixou de ter.
  Qual a raça de Freud?
  Ele era branco-caucasiano, nascido na Europa... isto é muito vago, mas podemos dizer por ter nascido na Áustria que pertencia a raça ARIANA.
  Pode parecer exagero mas “matematicamente” não é.
  Um Psicólogo ou Psicanalista quase que obrigatoriamente tem que ser ateu, se você conhece algum profissional deste ramo que não seja ateu DESCONFIE.
  Da mesma forma uma "pastora" cristã que dê muito ênfase a teorias psicológicas é alguém que devemos ouvir com muitas reservas.
[ meditem sobre isto depois eu continuo...]


anterior                                           <>                                                próximo
                                                                               

Postar um comentário