terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O que esta Sentindo

  “O desejo é a causa de todos os males.”  [Epicuro]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
   Em todo filosofo, conscientemente ou não, predomina um plano de pensamento. Esta estrutura de pensamento é a base da qual ele parte para todas as outras divagações.
  Para amarrar este texto em um outro recente posso dizer que a base de pensamento de Edir Macedo é a Bíblia, esqueça que você não concorde com as opiniões dele.
  A base de Paulo Coelho é o pensamento positivo, um Universo conspirando a seu favor.
  A base de Sócrates é a busca incessante de conhecimento e auto conhecimento, uma quase idolatria a duvida.
   A base de Waldo Emerson é a teoria da compensação.
   A de Epicuro é evitar o mal evitando o desejo.
   A minha base é a Logica e o Prazer.
  Shakespeare disse que não escolhemos o que sentir, logo a lógica parte do que a pessoa  "deveria" sentir e não do que esta  sentindo.
  Vamos para um caso extremo, um cidadão gosta de matar.
 Não adianta eu dizer para ele que não é lógico matar uma pessoa por conta de um desentendimento.

  Claro que ele entenderá a lógica acontece que o prazer não liga para a lógica.

  Não adianta eu provar logicamente para o fanático que a Bíblia entra em contradição, ele de alguma maneira precisa SENTIR que ela entra em contradição, enquanto eu não consigo fazer isto a lógica de pouco vale.
  Se a lógica não é páreo para o prazer, caso eu tenha que confrontar com uma mente eu vou com o raciocínio lógico até onde for possível ir, mas sei que só o sentimento é páreo para o sentimento.

  O oposto do prazer não é a dor, é o medo.

  Para o indivíduo que tem prazer em matar eu tenho que combate-lo explorando o medo de ser punido, dele perder a liberdade ou até ser morto também.
  Ele vai entender a lógica em não matar mas o prazer é mais forte que a lógica. 
  O medo sim é um oponente a altura do seu prazer.
  Percebem que nesta situação o sentir medo é o “bem” e o sentir prazer é o “mal”?
  É porque pensar em bem como oposição ao mal nos leva geralmente a pensamentos lineares.
  Aqui na Filosofia Matemática eu vejo Yin como medo e Yang como prazer alcançando assim os pensamentos 3D partindo dos sentimentos.
  Definir o que é bem e mal é tão limitado quanto a lógica, não conseguimos ir alem de um plano de pensamento, meu amigo Sócrates diria sair de uma “caverna”.

  Se eu disser que o desejo é a causa de todo bem como você poderia me dizer que não é?

  Se você não tiver nenhum prazer na vida, não tiver nenhum desejo, não há razão para viver. 
  Se você DESEJA servir ao Senhor seu Deus de todo coração é isto que move sua vida.
 Nossa vida é assim composta de inúmeros desejos, inúmeras vontades que vai desde tomar um banho logo cedo neste dia quente até alcançar a salvação em um outro mundo.
  O Yin/Yang pode ser representado por outras energias como repouso e movimento.
  Desejar algo traz o movimento, consigamos ou não consigamos realizar este desejo em algum momento teremos que repousar, mais uma vez não podemos dizer que o movimento é o bem e o repouso é mal.
  Bom, podemos dizer então que o desejo é a causa de tudo.
  O desejo tem tudo a ver com o medo e o prazer.
  Eu desejo convidar aquela garota para sair, mas tenho medo que ela diga não.
  Eu desejo experimentar drogas, mas tenho medo de ficar viciado.
  Eu desejo comprar aquele carro, mas tenho medo de não conseguir pagar as prestações.
  Eu desejo confrontar meu chefe, mas tenho medo de perder o emprego.
  Eu desejo comer a vontade, mas tenho medo de engordar.
  Oras, se eu elimino o desejo da equação nada acontece e  não podemos dizer que a vida é uma situação em que nada acontece...
  Paremos por aqui, a Filosofia de Epicuro fica pobre, limitada  porque só admite a existência de Yin no desejo, ficaria igualmente pobre, limitada se só admitisse o Yang.
  Logo uma pessoa  não “deveria” ter medo de uma barata, isto não é lógico, a barata é um ser infinitamente mais fraco, acontece que por mais que isto seja uma proposição lógica com valor claramente verdadeiro a pessoa SENTE MEDO de barata.
A LÓGICA NÃO TEM FORÇA PARA MUDAR O SENTIMENTO.
  Para entender o que é escrito aqui não dá para abrir mão da lógica, ela é uma importante ferramenta, mas não se iluda, você tem que olhar o mais profundo de si mesmo e descobrir ou entender O QUE ESTA SENTINDO, esta é a base de onde devemos partir.
                     


anterior                       <>                                próximo