domingo, 12 de fevereiro de 2012

Caso Dalva

  “Nascida em Quinta do Sol, no Paraná, Dalva mora na casa de quatro andares e 400 metros quadrados deixada de herança pelo marido, médico, que morreu de leucemia em 2003, aos 73 anos. Ela passou a receber duas pensões, com as quais se sustenta.
“Acredito na inocência dela, nos separamos exatamente porque eu achava que ela amava mais os animais do que a mim”, diz Alves. Em seu tempo livre, Dalva costuma fazer crochê, contar histórias à filha e, antigamente, até se arriscava a compor músicas de MPB e cantigas infantis.”   [Veja SP]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$teletransporte
  A Dalva ainda aluga dois quartos sugerindo que sua situação financeira é bem aceitável, quero dizer que ela tem condições de pagar por inúmeros tipos de prazer.
  As pessoas levavam a ela vários animais, mas ainda assim não era suficiente, ela saía perambulando pela cidade atrás de mais animais.
  Percebem porque me interessei profundamente pela estrutura de pensamento PRAZER?
  O que a Dalva faz é absolutamente ilógico.
  Vamos supor que estes animais chegassem realmente em estado terminal então ela lhes proporcionar uma morte rápida e indolor poderia ser até um ato de misericórdia.
  Não vou entrar no mérito do procedimento que ela utilizava porque não tenho conhecimentos técnicos, mas visivelmente a maioria dos animais chegavam em boas condições físicas, fazendo nós descartarmos o ato de misericórdia e também de amor aos animais.
  Aparentemente ela não ficava muito tempo com os animais os submetendo a torturas, o prazer dela ao que parece era simplesmente ver a vida se esvair deles.
  Lembrei agora do depoimento de uma detenta que matou a facadas uma moça que havia “roubado” seu namorado. Ela ficou ali parada vendo a moça se esvair em sangue e do jeito que ela narrou sentiu até uma grande paz fazendo isto.
===============================
  Por estes dias em um comentário a Nihil disse que sente pelos mendigos estarem na situação “constrangedora” de pedintes.
  Observando o prazer eu notei que o constrangedor para um não é paro outro, então não podemos afirmar que o mendigo sente algum constrangimento em pedir.
  Eu ,como a grande maioria das pessoas, não gosto de ficar nu em publico, mesmo completamente sozinho em casa não me sinto a vontade pelado, ao menos um shorts eu preciso estar vestindo, no entanto há pessoas que se sentem muito bem em uma praia de nudismo.
  Quando eu desfilava encontrei varias pessoas que gostavam de andar completamente nuas sem se importarem com quem estivesse por perto, tinha uma manequim muito bonita que foi chamada atenção por seu exibicionismo, até para pentear o cabelo ela ficava peladona...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH! 
  Como neste ano eu quero uma Filosofia ainda mais complexa, respire fundo e vem comigo!
  Suspeita-se que a Dalva tenha matado mais de 1000 animais e infelizmente ela pode ter feito um grande bem para a Cidade uma vez que ela não roubava animais, mas matava os que estavam desamparados.

  Muitas pessoas levavam os animais a ela para “se livrarem de um problema”, poucos se interessavam pelo real destino do cão ou gato.


  Quero chamar a atenção para o fato de animais como gatos, pombos e cães estarem se tornando uma verdadeira praga nas cidades.

  Vira e mexe estão me oferecendo cãozinhos e gatinhos e a historia é sempre a mesma, “já tenho dois ou três” minha cachorra deu cria e preciso arranjar um lar para seus filhotes.
  Oras, se este problema esta tão visível porque ao invés de ficarmos com discurso piegas de respeito a vida dos animais não tomamos uma atitude mais INTELIGENTE. 
  Se você tem uma cadela e não quer que ela procrie fale com seu veterinário a respeito, pare de ficar empurrando filhotes goela abaixo dos amigos.
  Os animais que ficam perambulando pelas ruas deveriam ser recolhidos e ao menos tornado estéreis.
  Eu particularmente já cansei de ouvir esta ladainha de que o amor é solução para tudo, mas na hora do vamos ver a pessoa joga seu problema para outro ou quer dividir com toda sociedade.
  Por estes dias no Facebook uma participante disse que cães são como anjos na Terra!
  Olha, estes anjos mordem uma pessoa a cada hora em SP e de cada 4 indivíduos mordidos 1 é criança.
  Não estou aqui defendendo a Dalva e seu estranho e condenável prazer, só quero chamar a atenção que boa parte da sociedade não esta em uma situação mental muito melhor que a dela.
  O respeito a vida tem que começar antes dela acontecer.
  Na mente da Dalva não entrará a lógica, temos que criar leis muito duras para que ela sinta MEDO, tanto medo que não compense seu estranho prazer.
  Já com a sociedade “protetora dos animais” é um caso bem mais complexo, estas pessoas se escondem atrás de discursos “amorosos” e de respeito a vida [não estou dizendo que é conscientemente], então que os animais procriem a vontade e que toda a sociedade, mesmo a parcela que não tem adoração por animais se vire nos trinta para acolhe-los.
  Não temos creches suficientes para nossas crianças, nossos albergues são uma lastima, mas nossos canis estes sim tem que ser maravilhosos, excelentes mesmos, porque quem não ama ou adora animais é um monstro.
  Eu apenas gosto dos animais, sinto muito!


  “Tudo esta tão certo que parece errado.”



  Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, são notificados, no Estado, cerca de 130 mil acidentes com animais por ano - e os cães são, disparado, os principais agressores, responsáveis por 85% dos ataques. [Mundo Estranho]

anterior                       <>                                próximo
                                                                             

Postar um comentário