sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ter Princípios

"Só é teimosia se estiver errado. Se estiver certo é seguir seus princípios." [House]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Eu não tenho grande expectativa quanto a ser um escritor de sucesso. 
  Já escrevi tanto e nunca aconteceu nada de grandioso então não tem porque acreditar que 2012 será diferente.
  Escrevo porque gosto, escrevo porque quero, não tenho apoio de ninguém, minha família não concorda com o que escrevo, acham que deveria parar com o Blog e me converter a alguma religião evangélica antes que seja tarde.
  Minha esposa esta conformada, mas ela preferia que eu ocupasse meu tempo com outra coisa.
  Então sou considerado teimoso em escrever o que escrevo, mas como acredito que estou certo em minhas duvidas, na minha visão de eu mesmo estou seguindo meus princípios.
  Eu sinto que as pessoas tem um choque tão grande quando acessam o Blog pela primeira vez, muitos me acham um "porco capitalista", outros um ateu, outros o próprio demo. 

  É comum que a pessoa mantenha distancia de mim, por umas 3 semanas caso ela faça parte do meu cotidiano, se não faz agradece por isto, estar no mesmo espaço que eu é incomodo.  
===============================
  Passeando por outros Blogs é comum ser chamado de troll, idiota e coisas do tipo...o que mais acontece é minha mensagem não ser publicada.
  Estes dias passeando pelo Facebook me deu vontade pela primeira vez de assumir um niquename.
  Conto aqui minha "tentação" para tentar enterra-la de vez, apesar de me parecer um projeto bem divertido.


 
Eu vejo tanto as pessoas responsabilizarem o diabo por tudo que esta errado que pensei em assinar um nique como Lúcifer e "me defender".


  Por estes dias estava conversando com uma senhora e ela disse que sua filha era uma boa moça até que o diabo entrou na vida dela.
  A moça era casada, tem dois filhos, largou o marido e foi viver com outro, levou os filhos e o marido briga pela guarda.
  Por motivos óbvios a vida da moça esta um inferno. Familiares e amigos a condenam, os filhos não querem o novo pai, não tem como o novo companheiro morrer de amor pelas crianças, filhos que não são dele...
  Não preciso dizer mais nada, a vida da moça esta um caos, é de se perguntar se este novo amor que surgiu na vida dela compensa tanto transtorno que inevitavelmente é sinônimo de dor e sofrimento.
  Será que a mãe dela esta certa? 

  Lúcifer entrou na vida de sua filha e trouxe o caos, o inferno em vida?

 
Uma mulher casada só se apaixona por outro homem se Lúcifer agir em seu coração, conseguimos mesmo defender esta tese?


  Em se apaixonando seria melhor apenas trair o marido sem trazer tantos transtornos para sua vida ou seria melhor assumir esta nova paixão...como Lúcifer a instruiria?


======================
  Veja que complexo, respire fundo e abra sua mente:
  Se eu fosse Lúcifer e quisesse ganhar a alma da moça a influenciaria no sentido de trair o marido e ir enrolando o amante [oras, eu sou o pai da mentira, não é o que dizem?], ela teria o melhor dos dois mundos sendo tremendamente egoísta, eu a ajudaria no que pudesse para que ela não fosse descoberta em sua traição, esta seria minha parte no pacto.


  Se Deus espera sofrimento em vida para merecermos o prazer no céu, Lúcifer tem que oferecer algo diferente, prazer em vida e sua alma após a morte.


  O grande ponto a favor de Lúcifer é que não temos como ter certeza da salvação divina, alcançar um céu prazeroso por mais corretos que sejamos. 

  Nem se há uma vida após a morte conseguimos ter certeza, tudo pode não passar de um funcionamento errático de nosso cérebro. 
  Com os prazeres terrenos a situação fica mais favorável, menos duvidosa, eles são garantidos, acessíveis e imediatos.
  O prazer de um carro novo é o prazer de dirigir um carro novo. O prazer de boa comida é o prazer de comer bem, o prazer do conforto e do sucesso é o prazer de se viver bem e ter seu trabalho reconhecido.
  Se você tem seu trabalho reconhecido é um homem de princípios, que acreditou em si mesmo, se não tem seu trabalho reconhecido é um imbecil teimoso, um cara desorientado e sem noção.


  Podemos dizer então que na vida da moça havia uma ação efetiva de Lúcifer?
  Como a vida dela não esta algo agradável dizemos que é uma teimosa desorientada sem noção que seguiu o voz do demo, mas se analisarmos com ISENÇÃO fica fácil defender a tese de que ela seguiu seus princípios de [digamos] elevado valor moral.


  Ela fez o que um espirito maligno inspiraria nela?
  Me parece que não, ela tentou de todas maneiras agir de maneira certa e honrada, ao se interessar por outro não quis manter uma mentira diante da sociedade a sua volta, não quis trair o marido, enganar sua família...
 
Um Lúcifer levando a pessoa a fazer o que é certo e digno...complicado em?


To be continued...


anterior                       <>                                próximo
Postar um comentário