quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Euro

"O fracasso da Grécia seria o fracasso de toda Europa. Não é possível deixá-la cair". São palavras de Nicolas Sarkozy, presidente da França. A quebra de um país que representa menos 3% da economia européia pode empurrar a Eurolândia para uma depressão profunda e, mais do que isso, desorganizá-la. Como é possível?   [Serra]

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
Eu já vi excelentes idéias serem demonizadas quando na verdade foram mal executadas. Eu achei a criação do Euro algo magnifico, algum dia escreverei sobre isto, fico triste por ter sido péssimamente conduzido. Havia países que não tinham condições de fazer parte do grupo, mas em certo momento senti que estavam mais preocupados com quantidade que qualidade e deu no que deu.
Não esta tudo perdido, mas também não gosto do rumo que as coisas estão tomando, esta faltando INTELIGÊNCIA. A principio defendo a idéia que o melhor é deixar a Grécia quebrar totalmente, aquele povo esta precisando urgentemente de um choque de realidade. Como a Grécia não é muito grande eu sugeriria que para o consumo interno fosse criada uma moeda paralela, vales refeições, remédios... o espaço aqui é pequeno para expor a idéia.
A Grécia não tem como ser salva porque seu povo desaprendeu o que é economia de mercado, adiar sua falência só sinalizará que o quebra, quebra funciona aí sim a Europa ficará em maus lençóis.


http://www.joseserra.com.br/