segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Asas Curtas

"Vês que a razão, seguindo o caminho indicado pelos sentimentos, tem asas curtas."   [Dante Alighieri]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Sei que nos inúmeros livros de autoajuda que você já leu o conselho é sempre seguir o que diz seu coração, mas aqui na Filosofia Matemática lamento informar que "seguir seu coração" é uma variável que não pode ser ignorada tem até um bom peso, mas seu coração geralmente o leva a ser dominado pelas paixões o que as vezes até dá certo, mas na maior parte das vezes você irá quebrar a cara.
  Por estes dias fiquei sabendo de um caso que dá vontade de dar um tapa no rosto da pessoa e gritar ACORDA!
  Resumidamente é o seguinte:
  Uma mulher bonita, bem situada profissionalmente, sem problemas financeiros, mas com aquele inexplicável vazio na alma que acompanha todos nós [do qual já comentei varias vezes], no caso dela parece ser um pouco maior, beirando o insuportável.
  Mesmo recorrendo a anos de Psicanálise e Psiquiatria por vezes seu desejo de morrer é intenso, já tentou o suicido ingerindo remédios, mas foi socorrida a tempo.
  Hoje em dia ela "sente em seu coração" que precisa ser mãe, a vinda de um filho será a cura de todos seus males da alma, lhe dará um sentido maior a vida, até aí tudo bem.


=======================
  Acontece que como meu amigo Dante dizia: "Percam as esperanças, estamos todos no Inferno."
  É senhoras e senhores, a vida neste planeta não é nada fácil, cheia de poréns.
  O porém na vida dessa mulher é que ela sabe que carrega uma degeneração genética que fará com que seu filho nasça com grandes sequelas.
  Já passou por vários médicos e tem a CONSCIÊNCIA, tem o conhecimento que as chances de ter uma criança saudável são mínimas.
  Ela quer seguir seu coração, esta firme no propósito e fará de tudo para engravidar.


 
Eu já tive um irmão doente na família e vou dizer, é uma situação TERRÍVEL, a gente suporta porque não tem outro jeito.


  Fico imaginando essa mulher com seu histórico grave de depressão sendo submetida a uma situação de sofrimento tão intenso.
  Prefiro acreditar que sua "missão secreta" seja dar seu amor e uma grande oportunidade a um órfão e não trazer uma alma para ocupar um corpo tão debilitado.
  A razão tem sempre que levar em conta o sentimento, mas não pode se deixar ser dominada por ele em questões tão cruciais. 

  Não se trata de comer uma pedaço de pizza a mais, experimentar extasy na balada, ter uma relação sexual casual...enfim não se trata de "se perder" por uma noite, se trata de mudar radicalmente a situação de toda uma vida, sua e dos outros, de uma criança, de uma alma...
  A vida não é exata e conhecemos casos em que a loucura aparentemente deu certo, se o risco é só para gente mesmo até que é aceitável. [lembrando que dificilmente só nós somos afetados]
  A RAZÃO nos sugere que quando o risco envolve fortemente outra vida, outra alma...não podemos ter preguiça de meditar, não escolhemos o que sentir, mas devemos AGIR racionalmente.

  A mulher acredita que trazer mais problemas para sua vida é uma boa solução!
  Prefere arriscar uma gravidez onde as possibilidades de uma criança nascer saudável são minimas!
  Quando seguir seus sentimentos, coloque na balança tudo que isso pode trazer de SOFRIMENTO.




anterior                       <>                                próximo