terça-feira, 18 de outubro de 2011

Arbítrio

"As duas grandes tragédias políticas do Oriente Médio – tragédias que nos fazem pensar se Deus quer mesmo a paz – foram o assassinato de Yitzhak Rabin e o derrame de Ariel Sharon."  [Bill Clinton.]


*******************
"Esta inferência que Deus interfere em nossas decisões é um grave equívoco, pois transfere indevidamente para Deus, responsabilidades que cabem a nós.
Uma das leis naturais ainda não suficientemente compreendida se chama LIVRE-ARBÍTRIO. Isto significa que somos responsáveis pelas conseqüências do nosso livre pensar; livre falar e livre agir." [Paulo Henrique]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Quem me acompanha sabe que o Clinton disse algo que eu já havia escrito no GD Terra há muito tempo.

 Quanto ao Paulo Henrique gostaria que ele me explicasse como Sharon arbitrou por ter um derrame!!!!!
_________________________________________________________
         Sharon


Arquivo: 26/09/2010   FILOSOFIA MATEMÁTICA

Minha memória não é muito boa, mas lembro de uma seqüência de eventos em que Ariel Sharon surpreendentemente começou a desocupar territórios e o que observamos foram os Palestinos cantando vitoria e apoiando ainda mais seus grupos radicais, como se o bom senso de Sharon fosse uma vitoria do Hamas.
Deus e Alá também não gostaram muito do que Sharon fez, mandaram-lhe um raio em forma de AVC que até onde sei ainda hoje o deixa em estado vegetativo.
Mas não quero entrar por esta brecha, foi só uma preparação para outra, vem comigo!
Noto que o que deixa a democracia mais frágil não são os ditadores, mas sim aquelas pessoas que vivem na democracia e acreditam que não existe ditadores, eles são pessoas que só precisam de mais dialogo, amor, compreensão.
Porque os Palestinos ao invés de gastarem tanto dinheiro com armas não compram mais brinquedos, comida, ou educam melhor suas crianças?
É estranho que para trazer armas não lhes falte imaginação e para conseguir comida e remédios dependam de outros povos.
Veja o caso da violência no Brasil, eu sei que existe bandidos e sei o que esperar deles, mas não posso reagir a altura porque há pessoas que não acreditam que alguém realmente seja mau!!!
Bandidos são pessoas oprimidas pela sociedade injusta e desumana, que eu tenho obrigação de dar minha própria vida para tentar ajuda-los.
A impunidade estragou [ainda mais] este país, mas a Filosofia Matemática não aponta os políticos como grandes culpados, temos uma massa de pessoas muito coniventes com a corrupção e bandidagem, eles não matariam, mas perdoam facilmente alguém que mata, desde que não seja alguém da família deles, mas mesmo nestes casos dizem algo como “foi a vontade de Deus” ou “eu precisava desta provação”…
Como mudar isto? NÃO SEI!




anterior                       <>                                próximo